FINALIZADO - 2022/01 - Ensino de História: tempos de crise, resistências e utopias (v. 11, n. 21)

 Ensino de História, como campo de pesquisas e de trabalho docente ou mesmo como disciplina escolar, vem sendo atravessado, ao longo dos anos, por crises que impactam sujeitos, práticas, saberes e culturas, provocam  resistências, conflitos, confrontos, assim como alimentam sonhos e utopias. Neste dossiê temático, propomos abordar o Ensino de História a partir dessa perspectiva, reunindo  resultados de pesquisas que reflitam a partir desse enfoque e que podem contemplar os períodos ditatoriais, autoritários ou de crises gerais no Brasil, na América Latina ou em outras partes do globo em seus mais variados aspectos: histórias do Ensino de História; formação de professores; materiais didáticos; memórias docentes e discentes, bem como as resistências de todos os tipos: os questionamentos aos modelos curriculares; relações acadêmicas que geram narrativas uniformes; materiais didáticos com propostas restritas, cerceamento ao trabalho docente e perseguição a professores, incluindo o tempo presente que, por causa da pandemia do covid-19, instaurou novos arranjos nos processos de ensino-aprendizagem de História.

Período para submissão de artigos para o dossiê: de 01/09/2021 até 15/09/2021.  PRORROGADO ATÉ 22/09/2021


Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia