CHAMADA ABERTA - Antiguidade na Cultura Histórica: experiências escolares e públicas (2023/01)

Ementa:


Os estudos sobre a Antiguidade mudaram profundamente entre o final do século XX e início do XXI, em que ganharam destaque novos temas e problemas: identidades, conflitos intergeracionais, tolerância religiosa, sexualidade, trabalho e riqueza, poder e política, cultura e diversidade. Contudo, ainda é inicial o contato destas novas representações da Antiguidade com o contexto escolar, com a cultura histórica e com a memória social fora da academia. A isso, soma-se a disputa de narrativas entre docentes, discentes e indústria cultural sobre a Antiguidade. Esse quadro gerou um importante momento de renovação no ensino de História Antiga no Brasil e no mundo, que pode ser atestado nas várias experiências que acontecem a partir do diálogo entre universidades, escolas e cultura histórica. Este dossiê propõe reunir experiências e reflexões que investiguem, na fronteira entre Ensino e História, o potencial que o Ensino de História Antiga no Brasil oferece para um Ensino de História emancipatório. Privilegiamos não somente ações no contexto escolar, mas também práticas de elaboração da memória que extrapolam a sala de aula e os muros da universidade. Essas reflexões são vitais para romper uma narrativa eurocêntrica que, infelizmente, persiste dentro e fora do mundo escolar.


Organização:
Priscilla Gontijo Leite- UFPB
Fábio Frizzo- UFTM
Uiran Gebara da Silva- UFRPE
Período para submissão: 01.09.2022 a 15.09.2022



Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia