Para além da virtualização: a educação a distância e a revolução comunicacional no mundo contemporâneo

Ana Raquel Abelha Cavenaghi, Richard Gonçalves André

Resumo


O artigo tem por objetivo sugerir que a educação a distância (EAD) é parte de um paradigma comunicacional em processo de estruturação no mundo contemporâneo. Ela deve, portanto, ser pensada a partir de elementos mais ou menos específicos e irredutíveis às questões apresentadas pela educação presencial. Como se trata de fenômeno historicamente recente, as proposições teóricas atuais parecem insuficientes para compreender a questão. Mesmo assim, utilizam-se, neste texto, certos constructos voltados especialmente para os conceitos de linguagem e convergência de mídias, bem como o conceito de paradigma. É necessário pensar a EAD considerando sua natureza específica, apresentando, em primeiro lugar, o papel dos sujeitos do conhecimento, ressaltando a atuação triádica de professores, tutores e alunos e enfatizando o processo de autonomia destes; em segundo lugar, embora gerada num novo paradigma comunicacional, a EAD deve resguardar o tempo para maturação das ideias na construção do conhecimento, mesmo num mundo de aceleração na circulação informacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v3i5.115

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Ana Raquel Abelha Cavenaghi, Richard Gonçalves André

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia