Arranhando o iceberg: um olhar sobre os cursos de História através do Censo da Educação Superior no Brasil (2001-2012)

Paulo Eduardo Dias de Mello

Resumo


O artigo apresenta e analisa um conjunto de dados sobre os cursos de Formação de Professores de História, na modalidade presencial e educação a distância, e História Bacharelado no Brasil (2001 a 2012) elaborados a partir do Censo da Educação Superior realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). São apresentados e discutidos dados sobre evolução do número de cursos e das matrículas no período, buscando entender as características e a dinâmica da oferta de cursos, dimensionando as formas de participação do poder público e do setor privado. O estudo aponta o crescimento da oferta de cursos de História no país, em particular dos cursos de Formação de Professores na modalidade a distância, e indica uma divisão nítida da participação entre o setor privado e público, tanto na forma de organização acadêmica, quanto na modalidade de oferta.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v3i5.121

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Paulo Eduardo Dias de Mello

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia