Memórias, identidades e silêncios: a História Local em sala de aula, trabalhada com diferentes gerações

Mario Sérgio Ignácio Brum

Resumo


O artigo trata da experiência realizada com alunos de duas escolas em conjugar ensino de História e pesquisa sobre a História Local da Cidade Alta, conjunto surgido no processo de remoção de favelas executado pelos governos federal e estadual do Rio de Janeiro no auge da Ditadura Militar. As diversas memórias e representações trazidas pelos alunos forneceram preciosas fontes e questões sobre o local, permitindo distinguir a formação de estigmas e identidades locais, ao mesmo tempo em que tratávamos temas como a Ditadura Militar, mais próximos de suas experiências. Por fim, as memórias dos alunos, mediadas pelo professor com auxílio de outras fontes, permitiram aos alunos aprender procedimentos de pesquisa histórica, de modo que eles se perceberam como sujeitos da História enquanto a pensavam cientificamente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v4i7.181

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Mario Sérgio Ignácio Brum

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia