Educação escolar indígena: a escola e os velhos no ensino da história kaingang

Juliana Schneider Medeiros

Resumo


A educação escolar indígena específica e diferenciada vem sendo construída por diversos povos indígenas do país desde a promulgação da Constituição Federal(1988), marco de sua conquista pelo direitoà diferença. O artigo apresenta resultados de uma pesquisa de mestrado baseada em uma etnografia dos Kaingang da Terra Indígena Guarita (Rio Grande do Sul), tendo como cenário principal a escola indígena Toldo Campinas,no setor Estiva. Com base nas aulas de História e nas conversas com os velhos, apresentam-se reflexões sobre a relação dos velhos com a escola, buscando entender qual o papel desses ‘contadoresde histórias’ na transmissão da história kaingang.

Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v1i2.42

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Juliana Schneider Medeiros

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia