Ensino de história e cinema: indícios e reflexões sobre nomes, lugar social e campo de pesquisa (ENPEH – 1995/2013)

Humberto Perinelli Neto, Mariana de Oliveira Brandolezi, Ricardo Scucuglia Rodrigues da Silva, Edilson Moreira de Oliveira

Resumo


O ensino de História está contido e constitui a cultura escolar e, como tal, configura amplo campo de pesquisa. No panorama atual é possível identificar diversos estudos que se debruçam em novas formas de ensinar História, inclusive, o diálogo envolvendo cinema. Cientes disso, pretende-se neste trabalho promover investigação científica baseada em levantamento bibliográfico e entendimento dos trabalhos dedicados ao diálogo entre ensino de História e cinema publicados nos Anais do Encontro Nacional de Pesquisadores do Ensino de História (ENPEH), ao longo do período de 1995 a 2013, visando compreender características desse campo/lugar social de pesquisa, por meio de análise indiciária dos autores, tendo em vista exploração do currículo lattes. A pesquisa apresenta abordagem quali-quantitativa, natureza aplicada e concilia descrição e explicação, valendo-se para isso de investigações bibliográficas e documentais.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES-MAZZOTTI, A; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais. São Paulo: Pioneira, 1999.

ARAÚJO FILHO, W. Cinema e ensino de História na perspectiva de professores de História. Dissertação (Mestrado – Educação). Rio de Janeiro: PUC, 2007.

BELLONI, M. L; BÉVORT, E. Mídia-educação: conceitos, história e perspectivas. Educação & Sociedade, v.30, p.1081-1102, 2009.

BOURDIEU, P. A Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2011.

___. Para uma sociologia da ciência. Lisboa: Edição 70, 2004.

BITTENCOURT, C, M, F. Ensino de História: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2008.

___. O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2006.

CABRERA, J. O cinema pensa – uma introdução à filosofia através dos filmes. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

CAPELATO, M. H. et al (orgs.). História e cinema. São Paulo: Editora Alameda, 2007.

CATELI, R. E. Dos “naturais” ao documentário: o cinema educativo e a educação do cinema, entre os anos 1920 e 1930. Campinas: IA/Unicamp, 2007 (Doutorado em Multimeios).

DE CERTEAU, M. A operação histórica. In: ___. A escrita da história. Rio de Janeiro, Forense, 1982, p.65-119.

DUARTE, R. Cinema & educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

FALCÃO, A. R; BRUZZO, C. (orgs.). Lições com cinema. São Paulo: FDE, 1993.

FANTIN, M. Crianças, cinema e mídia-educação: olhares e experiências no Brasil e na Itália. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

FERRO, M. Cinema e História. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

FISCHER, R. M. B. Docência, cinema e televisão: questões sobre formação ética e estética. Revista Brasileira de Educação, v.14 n.40 jan./abr. 2009, p.93-102.

FONSECA, S. G. Caminhos da História Ensinada. Campinas: Papirus, 1993.

___. Didáticas e prática de ensino de História. Campinas: Papirus, 2003.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia – saberes necessários a prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

FRESQUET, A. M. Cinema e educação: reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

GAMBOA, S. S. (org). Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. São Paulo: Cortez, 1997.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1994.

___. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2007.

GINZBURG, C. A micro-história e outros ensaios. Lisboa: DIFEL,1989.

___. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 2007a.

___. O fio e os rastros: verdadeiro, falso, fictício. São Paulo: Companhia das Letras,2007b.

IMBERNÓN, F. Formação permanente do professorado: novas tendências. São Paulo: Cortez, 2009.

KENSKI, V. M. O ensino e os recursos didáticos em uma sociedade cheia de tecnologias In: VEIGA, I. P. A. Didática: o ensino e suas relações. Campinas: Papirus, 1996, p.127-147.

MARCELLO, F. A. Real versus ficção: criança, imagem e regimes de credibilidade no cinema-documentário. Educação revista. 2010, vol.26, n.3, p.129-149.

MEDEIROS, C. A. Estatística aplicada à educação. Brasília: Universidade de Brasília, 2007.

MESQUITA, I. M. ENPEH: espaço de diálogo da pesquisa de ensino de história. In: Anais do IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História/América Latina em perspectiva: culturas, memórias e saberes. Florianópolis: UFSC/CED, 2011. v. 1. p. 01-20.

MINAYO, M. C. S. (org). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2000.

MONTEIRO, A. N. O cinema educativo como invocação pedagógica na escola primária paulista (1933-1944). Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

MORIN, E. O Cinema ou o Homem Imaginário. Lisboa: Relógio D'Água/Grande Plano, 1997.

NAPOLITANO, M. Como usar o cinema na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2008.

NASCIMENTO, J. C. Cinema e ensino de história: realidade escolar, propostas e práticas na sala de aula. Fênix – Revista de História e Estudos Culturais. Abr./Mai./Jun. 2008, vol.5, ano V, nº 2.

NOVAES, A. (org.) O olhar. São Paulo. Companhia da Letras, 1997.

NÓVOA, J; BARROS, J. Cinema-história: teoria e representações sociais no cinema. Rio de Janeiro: Apicuri, 2008.

NÓVOA, J; FRESSATO, S. B.; FEIGELSON, K. (orgs.). Cinematógrafo: um olhar sobre a história. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

POURRIOUL, O. Cinéfilo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

RANCIÉRE, J. O espectador emancipado. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

___. A fabula cinematográfica. Campinas: Papirus, 2013.

___. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: Editora 34, 2005.

ROSENSTONE, R. A história nos filmes, os filmes na história. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

SALIBA, M. E. F. Cinema contra cinema. São Paulo: Annablume: Fapesp, 2003.

SAVIANI, D. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, v.14, p.143-155, 2009.

SETTON, M. G. J. (org.). A cultura da mídia na escola - ensaios sobre cinema e educação. São Paulo: Annablume, 2004.

___. Mídia e educação. São Paulo: Contexto, 2010.

SILVA, M. & FONSECA, S. G. Ensinar história no século XXI. Campinas: Papirus, 2007.

SILVA, M; RAMOS, A. F. (orgs.). Ver história: o ensino vai aos filmes. São Paulo: Hucitec, 2011.

SIMAN, L. M. C. & RICCI, C. R. F. M. S. (orgs). ENPEH: Novos problemas, novas abordagens. Anais Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História. Belo Horizonte: FAE/UFMG, 2006.

SORLIN, P. Indispensáveis e enganosas, as imagens, testemunhas da história. Estudos históricos. Rio de Janeiro, vol.7, n.13, 1994, p.81-95.

___. Sociología del Cine: la apertura para la historia de mañana. México: Fondo de Cultura Económica, 1985.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Rio de Janeiro: Vozes, 2002.

TRIVINÕS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais - a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1992.




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v8i16.526

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Humberto Perinelli Neto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia