Formação continuada de professores e educação antirracista: ensino de história, africanidades e rompimento de estereotipias

Tanara Forte Furtado, Carla Beatriz Meinerz

Resumo


O artigo tematiza impactos do estudo das Africanidades na formação continuada de docentes, no Curso de Aperfeiçoamento UNIAFRO/UFRGS, que atuam na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental. Compartilha considerações de estudo em andamento, na área da pesquisa em Educação, articulados no objetivo de compreender a implementação do ensino de história afro-brasileira como ação afirmativa no campo do currículo. Os resultados parciais demonstram a existência de processos de construção de estereotipias e de desestabilização de subjetividades docentes, na consolidação da Educação das Relações Étnico-Raciais nos espaços escolares. São referências analíticas as pensadoras Azoilda Loretto da Trindade, Nilma Lino Gomes e Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva.


Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BENTO, Maria Aparecida da Silva. Branqueamento e branquitude no Brasil. In: Psicologia social do racismo: estudos sobre branquitude e branqueamento no Brasil/ Iracy Carone, Maria Aparecida Silva Bento (Orgs.). Petrópolis, RJ: Vozes, p. 25-58, 2002.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP n. 003/2004 de 10 de março de 2004. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 19 maio 2004.

CAVALLEIRO, Eliane dos Santos. Do silêncio do lar ao silêncio escolar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. São Paulo: Contexto, 2017.

FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2018.

____________. Pedagogia dos Sonhos Possíveis. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

____________. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d'Água, 1995

GOMES, Nilma Lino. O Movimento Negro educador: saberes construídos nas lutas por emancipação. Petrópolis: Vozes, 2017.

____________. Relações étnico-raciais, educação e descolonização dos currículos. Currículo sem Fronteiras, v. 12, n. 1, p. 98-109, jan./abr. 2012.

GUATARRI, Félix. Caosmose: um novo paradigma estético. São Paulo: Editora 34, 1992.

JESUS, Jayro Pereira de. Terreiro e cidadania: um projeto de combate ao racismo cultural religioso afro e de implementação de ações sociais em comunidades-terreiros. In: NORÕES, Ciano (coord.). Racismos Contemporâneos. Rio de Janeiro: Takano/Ashoka, 2003.

KON, Noemi Moritz. À guisa de apresentação: por uma psicanálise brasileira. KON, Noemi Moritz, ABUD, Cristiane Curi, SILVA, Maria Lúcia da. (Orgs. )In.: O racismo e o negro no Brasil: questões para a psicanálise. São Paulo: Cortez, 2017.

MEINERZ, Carla Beatriz. Estereótipo. In: FERREIRA, Marieta de Moraes; OLIVEIRA, Margarida Dias de (coordenação). Dicionário de Ensino de História. Rio de Janeiro: |FGV Editora, 2019.

MOORE, Carlos. Racismo e Sociedade: novas bases epistemológicas para entender o racismo. Belo Horizonte: Mazza, 2007.

MOURA, Glória. O direito à diferença. In.: MUNANGA, Kabenguele (Org.) Superando o racismo na escola. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005

SANTANA, Maria de Souza. Educação Infantil. In: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Orientações e Ações para Educação das Relações Étnico-Raciais. Brasília: MEC/SECAD, 2006.

SANTOS, Boaventura de Souza. Para uma pedagogia do conflito. In.: SILVA, Luiz Heron, AZEVEDO, José Clóvis de, SANTOS, Edmilson Santos dos. Novos mapas culturais, novas perspectivas educacionais. Porto Alegre: Sulina, 1996.

SILVA, Petronilha Beatriz Gonçalves. Aprendizagem e Ensino das Africanidades Brasileiras. In.: MUNANGA, Kabenguele (Org.) Superando o racismo na escola. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

SILVEIRA, Hendrix. “Não somos filhos sem pais”: história e teologia do Batuque do Rio Grande do Sul (Dissertação de Mestrado). Faculdades EST. Programa de Pós-Graduação em Teologia. 2014. 134p.

TRINDADE, Azoilda Loretto da. Valores Civilizatórios Afro-brasileiros e Educação Infantil: uma contribuição afro-brasileira. In: TRINDADE, Azoilda Loretto da; BRANDÃO, Ana Paula (org). Modos de Brincar: caderno de atividades, saberes e fazeres. Coleção A Cor da Cultura, v.5. Rio de Janeiro: Fundação Roberto Marinho, 2010.

SILVEIRA, Hendrix; CUSTÓDIO, Elivaldo. Combatendo a afroteofobia: argumentos jurídicos e teológicos para a defesa da sacralização de animais em ritos de matriz africana. Revista Labirinto, v.26, Ano XVII, p.35-54, jan/mar 2017. Disponível em: http://www.periodicos.unir.br/index.php/LABIRINTO/article/view/2098. Acesso em: 30-05-2020.




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v9i17.651

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Tanara Forte Forte Furtado, Carla Beatriz Meunerz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia