O papel da literatura no ensino de História: experimentação de tempos em Morte e Vida Severina

Cláudia Cristina da Silva Fontineles, Nathiely de Araújo Silva

Resumo


O presente trabalho visa discutir o papel
da literatura no ensino da História, como
modo de experimentação do tempo
histórico e como metodologia de ensino
que estimula a aprendizagem reflexiva,
crítica e sensível nos estudantes da Educação
Básica. Discutiremos a respeito da
consciência histórica sobre o Nordeste e
sua importância para a construção da
identidade cultural dos estudantes e para
os saberes profissionais situados na
formação de professores. Para tanto,
analisaremos como a obra do poeta pernambucano
João Cabral de Melo Neto
Morte e Vida Severina pode ser trabalhada
como mediadora dessa aprendizagem
como fonte e/ou experimentação
do tempo histórico.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v11i22.706

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Nathiely de Araújo Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia