Do batalhão-escola para a escola-floresta: a resistência no cinema de Isael Maxacali

Alessandra Tereza Mansur Silva, Roberta Barros Meira, João Carlos Ferreira de Melo Junior

Resumo


RESUMO

Em agosto de 2020, Isael Maxakali foi vencedor do prêmio Pipa on-line com o filme Yãmîy sobre a ontologia Maxakali. Com o prêmio o artista colocará em prática o projeto “Escola-Floresta”. O projeto é uma estratégia de valorização e fortalecimento dos conhecimentos tradicionais, de proteção da fauna e da flora e de formação de jovens-artistas-pajés. Assim, o artigo apresenta uma análise crítica sobre a obra do cineasta indígena Isael Maxakali e sua produção audiovisual, especialmente o documentário Grin de 2016. O filme resgata memórias sobre a formação da Guarda Rural Indígena (GRIN), durante a ditadura militar, com narrativas de testemunho das violências sofridas pelos parentes. Nesse sentido, são discutidos os caminhos da resistência que pulsa em seus filmes, os quais foram nascendo a partir das memórias desenterradas no processo de reconhecimento dos patrimônios difíceis.

Palavras Chave: Isael Maxakali, Ditadura Militar, Patrimônios Difíceis

ABSTRACT

The article presents the indigenous filmmaker Isael Maxakali and his audiovisual production, especially the documentary Grin of 2016. The film retrieves memories about the formation of the Guarda Rural Indígena (GRIN), during the military dictatorship, with narratives of testimony of the violence suffered by relatives. In this sense, the author seeks to bring the power of resistance that pulsates in her films. In August 2020, Isael won the Pipa award for the film Yãmîy on Maxakali ontology. With the award, the artist will put into practice the “Escola-Floresta” project. The project is a strategy for valuing and strengthening traditional knowledge, protecting fauna and flora and training young artists.

Key Words: Isael Maxakali, Military Dictatorship, Heritage Difficult


[1] Este estudo é fruto de reflexões e discussões acerca dos Patrimônios Difíceis que ocorrem no grupo de pesquisa Cidade Cultura e Diferença da Universidade da Região de Joinville-Univille no segundo semestre de 2020.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ALMANAQUE DOS CONFLITOS. Disponível em: https://almanaquedosconflitos.wordpress.com/2018/03/02/guarda-rural-indigena-grin/ acesso: 17 setembro de 2020

AMAZÔNIA.ORG. Disponível em: http://amazonia.org.br/2017/03/a-historia-de-resistencia-e-morte-dos-povos-indigenas-na-ditadura-militar/ acesso em 21 setembro de 2020

ARQUIVO NACIONAL. Documentação sobre Povo Krenak. Disponível em: http://www.arquivonacional.gov.br/br/ultimas-noticias/809-arquivo-nacional-disponibiliza-para-consulta-documentacao-sobre-povo-indigena-krenak acesso: 15 setembro de 2020.

AVENTURAS NA HISTÓRIA. Disponível em: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/historia-reformatorio-agricola-krenak-ditadura-militar.phtml acesso: 16 setembro de 2022

BERBERT, Paula. Dissertação. Para nós nunca acabou a ditadura: instantâneos etnográficos sobre a história da guerra do Estado brasileiro contra os Tikumu’un_Maxakali. Universidade Federal de Minas Gerais. Dissertação de Mestrado, 2017.

________. Militar é Acusado de Genocídio contra Indígenas durante a Ditadura. Entrevista concedida a Rede TVT, 2019. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=CCGUbTmkbTA acesso em: 18 setembro de 2020.

BENEVIANI. Como a ditadura ensinou técnicas de tortura à Guarda Rural Indígena – Blog. 12 nov 2012. Disponível em: http://beneviani.blogspot.com/2012/11/a-missao-como-ditadura-ensinou-tecnicas.html acesso 15 setembro de 2020

BICALHO, Charles A. de P. O “cinema” cantado dos Maxakali. Revista do Programa de Pós-Graduação em Artes da EBA/UFMG. v.9, n.18: nov.2019.

BRASIL DE FATO MG. Disponível em: https://www.brasildefatomg.com.br/2018/06/27/artigo-or-tempos-sombrios-as-semelhancas-entre-o-nazismo-e-a-ditadura acesso: 15 setembro de 2020

BRASILIANAS.ORG. Povos Indígenas e Ditadura Militar. 23.07.2012. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=iwoJdM1gV68 acesso em: 16 setembro de 2020.

CARDIM, Ricardo. Arqueologia do Desastre. Há 50 anos, a ditadura promovia a invasão predatória da Amazônia, marcada por rodovias, projetos megalômanos e propaganda ufanista In: Quatro Cinco Um. A revista dos livros. Ano 4, n. 37, setembro de 2020.

CARTA MAIOR. Disponível em: Fonte: Acervo de André Campos. Disponível em: https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Direitos-Humanos/Ditadura-criou-campos-de-concentracao-indigenas/5/30641 acesso: 15 setembro de 2020

COSTA, Ana C. E. Cosmopolíticas, olhar e escuta: experiências cine-xamânicas entre os Maxakali. Dissertação de Mestrado em Antropolgia. UFMG, 2015. Disponível em: file:///C:/Users/PC/Desktop/cosmopoliticas_olhar_e_escuta_realizacoe%20MAXAKALIs.pdf acesso: 20 setembro de 2020.

CUNHA, Manuela Carneiro da; BARBOSA, Samuel Rodrigues (Orgs). Direitos dos Povos Indígenas em Disputa. São Paulo: Editora UNESP, 2018.

________. CEZARINO, Pedro de Niemeyer (orgs). Políticas Culturais e Povos Indígenas. Editora São Paulo: Unesp, 2019.

DIAS, Camila L; CAPIBERIBE, Artionka.(Orgs) Os Índios na Constituição. São Paulo: Ateliê Editorial, 2019.

FORTI, Andrea S. de A’. Memória Patrimônio e Reparação: Políticas Culturais no Brasil e o Reconhecimento da História da Escravidão. Revista Mosaico. Volume 8, n. 12, 2017.

FREITAS, Edinaldo B. A Guarda Rural Indígena – GRIN Aspectos da Militarização da Política Indigenista no Brasil. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH • São Paulo, julho 2011

GOIÂNIA MOSTRA CURTAS. Disponível em: http://www.goianiamostracurtas.com.br/17/homenagem/ acesso em 20 setembro de 2020.

GOOGLE. Presídio Krenak. Disponível em: https://www.google.com.br/search?source=univ&tbm=isch&q=imagem+cela+presidio+krenak&sa=X&ved=2ahUKEwir44Klk43sAhU6EbkGHRGYBbwQjJkEegQIChAB&biw=1366&bih=657#imgrc=AqypDSDvedzzkM acesso 18 setembro de 2020.

GRADA, Kilomba. Memórias da Plantação Episódios de Racismo Cotidiano. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

GRIN. Documentário Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZCk69eSsG2k acesso em: 16 setembro de 2020.

HOFFMAN, Felipe E. O Museu como Ferramenta de Reparação: Apontamentos sobre Memórias do Trauma e Direitos Humanos. Revista PerCursos. Florianópolis V. 20, n.42, p. 129-158, JAN. ABRIL 2019.

KRENAK, Aílton. Idéias para Adiar o Fim do Mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

LIMA, Edilene C.; AZOLA, Fabio A. Entrevista com Marcelo Zelic: Sobre o Relatório Figueiredo, os indígenas na omissão Nacional da Verdade e a defesa dos Direitos Humanos. Revista Mediações, Londrina. V. 22 N. 2, P. 347-365, JUL/DEZ. 2017, 350.

MAIA, Marta Regina; ANDRADE, Andriza M. T. de. O Cinema Maxakali: a narrativa audiovisual como ação política. Revista Mídia e Cotidiano Artigo Seção Temática Volume 12, Número 1, abril 2018. Universidade Federal Fluminense-UFF

MAXAKALI, Isael. Vencedor Prêmio PIPA 2020. Disponível em: https://www.premiopipa.com/isael-maxakali/ acesso 20 setembro de 2020.

________. Yãmîy. 15‟. Direção e câmera: Isael Maxakali. Fotografia still: Suely Maxakali. Edição e finalização: Charles Bicalho. Realização: Comunidade Maxakali de Aldeia Verde e Pajé Filmes. Idioma: Maxakali (legenda em português). Arte gráfica: Alexandre Coelho, 2012. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=HxHJ8CfY8Mo. acesso em: 20 setembro de 2020.

________. FREITAS, Roney. Grin. 40”. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZCk69eSsG2k acesso em: 20 setembro de 2020.

________. Isael Maxakali | Yaet Maxakani. Saberes Tradicionais. Disponível em: https://www.saberestradicionais.org/isael-maxakali-yaet-maxakani/ acesso em: 20 setembro de 2020.

________. Isael. Instagram Escola-Floresta e Formação de Jovens, Arte Indígena para Adiar o Fim do Mundo, Escuta e Poder na Estética, Isael Maxakali agradece pelo Apoio. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CEFqrSNHapR/ acesso 18 setembro de 2020.

MUSEU DO ÍNDIO. Disponível em: http://prodoclin.museudoindio.gov.br/index.php/etnias/maxakali/povo#LOCALIZACAO acesso em: 20 setembro de 2020.

MPF. 6ª Câmara Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais. Relatório Figueiredo. Disponível em: http://www.mpf.mp.br/atuacao-tematica/ccr6/dados-da-atuacao/grupos-de-trabalho/violacao-dos-direitos-dos-povos-indigenas-e-registro-militar/relatorio-figueiredo acesso em 20 setembro de 2020.

O TEMPO. Disponível em: https://www.otempo.com.br/diversao/magazine/com-a-camera-no-mundo-1.1281253 acesso 18 setembro de 2020.

PAJÉ FILMES. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=HxHJ8CfY8Mo acesso 15 setembro de 2020

PIPA. A Janela para a Arte Contemporânea Brasileira. Isael Maxacali. Ano 11. Endereço eletrônico disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=kkUE5f77iK8&list=PLxegPQmJwm-mcPHgzifw3mwOs27_g3vYo&index=55

POVOS INDÍGENAS DO BRASIL. Maxakali. Histórico de Contato. Disponível em: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Maxakali acesso: 20 setembro de 2020.

PORTELLA, Pedro. O Olhar de Cineastas Indígenas. in: Amazônia Real. https://amazoniareal.com.br/bienal-revela-o-olhar-de-cineastas-indigenas-brasileiros/ acesso 20 setembro de 2020 acesso em: 20 setembro de 2020.

PUC GOIÁS. Diferentes e Iguais Diversidade dos Povos Indígenas no Brasil. Disponível em: http://sites.pucgoias.edu.br/pesquisa/igpa/wp-content/uploads/sites/25/2018/08/DIFERENTES-E-IGUAIS-01.jpg acesso em: 25 setembro de 2020.

QUEIROZ, Ruben C. de Q; DINIZ, Renata O. Cosmocinepolítica Tikum’un-Maxakali:Ensaio sobre a Invenção de uma Cultura e de um Cinema Indígena Dossiê Olhares Cruzados. São Paulo, v. 3, n.1, p.63-105, julho (2018). Revista GIS-Gesto Imagem Som-USP.

RICOEUR, Paul. O Perdão Pode Curar? Tradução de José Rosa. Disponível em: http://www.luso-sofia.net/textos/paul_ricoeur_o_perdao_pode_curar.pdf. Acesso em 20 setembro de 2020.

SINPROMINAS. Disponível em: http://sinprominas.org.br/noticias/divulgado-relatorio-final-dos-crimes-da-ditadura-em-minas/ acesso: 18 setembro de 2020

VALENTE, Rubens. Os Fuzis e as Flechas: História de Sangue e Resistência Indígena na Ditadura. Coleção Arquivos da Repressão no Brasil. Companhia das Letras, 2017.




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v10i20.725

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Alessandra Tereza Mansur Silva, Roberta Barros Meira, João Carlos Ferreira de Melo Junior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia