A perspectiva decolonial dos saberes e práticas escolares: a experiência do Pibid no Subprojeto/História da UENP (Jacarezinho-PR)

Geane Kantovitz, Gabriely Cristine de Souza, Andressa Ferreira

Resumo


O artigo apresenta uma experiência didática no Ensino Fundamental Final desenvolvida no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), Subprojeto História, da Universidade Estadual do Norte do Paraná. A perspectiva decolonial, sob o aspecto da positivação da produção dos saberes e das práticas escolares, foi o percurso teórico que abordou a história de luta e resistência da população negra na história do Brasil. Como resultado, os estudantes do Ensino Fundamental compreenderam o povo negro como agente histórico e ativo, conferindo-lhe protagonismo no âmbito da aprendizagem histórica. Desse modo, contribuiu-se na construção e no reconhecimento identitário de alunos negros, atribuindo-lhes um sentimento de pertencimento, assim como promoveu-se um debate sobre o racismo estrutural e as práticas de violência ainda reproduzidas pela escola.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v11i22.727

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 GEANE KANTOVITZ, Gabriely Cristine de Souza, Andressa Ferreira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia