Um território de memórias negras: conexões possíveis e histórias viáveis

Merylin Ricieli dos Santos

Resumo


Pensando o ensino de história como um campo promissor na luta antirracista e na desconstrução de um racismo historiográfico que é edificante em grande parte das narrativas hegemônicas difundidas na cidade de Ponta Grossa, município que abriga o Clube Literário e Recreativo Treze de Maio, instituição patrimonializada em 2001 e objeto desta pesquisa, esse texto tem como objetivo geral apresentar como um patrimônio difícil pode ser visto sob diferentes prismas. No que consiste aos objetivos específico, almeja-se trazer discussões conceituais apontando como o ensino de história, pensado a princípio, no Âmbito da lei 10.639/2003 e 11.645/2008 pode contribuir para a construção outras narrativas, para além de histórias eurocentradas; Busca-se ainda abordar como se deu o processo de tombamento do Clube Literário e Recreativo Treze de Maio e reconhecer as especificidades dos conceitos que o definem.


Texto completo:

PDF

Referências


Referências

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz; GOMES, Flávio dos Santos (Org.). Dicionário da Escravidão e Liberdade: 50 textos críticos. São Paulo: Companhia Das letras, 2018. p.56-63.

BERETA DA SILVA, Cristiane. In: GONÇALVES, Janice (Org.). História do tempo presente: oralidade, memória, mídia. Itajaí: Casa Aberta, 2016. p. 117-140.

BRASIL. Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino da temática "História e Cultura Afro-Brasileira" no ensino fundamental e médio. Brasília, DF: Presidência da República, 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm Acesso em: 10 out. 2020.

______. Lei nº 11.645, de 10 de março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Brasília, DF: Presidência da República, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm Acesso em: 19 out. 2020.

CERRI, Luís Fernando. Os conceitos de Consciência Histórica e os desafios da didática da História. Revista de História Regional. Ponta Grossa: UEPG, V. 6 (2), Inverno 2001. p.93-112. Disponível em: https://www.faneesp.edu.br/site/documentos/revista_historia_regional39.pdf Acesso em: 21 out. 2020.

______. Cartografias Temporais: metodologias de pesquisa da consciência histórica. Educação e Realidade. Porto Alegre: UFRGS. V. 36, n.1, jan./abr., 2011. p.59-81. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/15076/11516 Acesso em 22 out. 2020.

CONSELHO MUNICIPAL DE PATRIMÔNIO CULTURAL (COMPAC). Processo de Tombamento do Clube Literário e Recreativo Treze de Maio. 001/2001. Ponta Grossa: Fundação de Cultura, dez., 2001, 178p.

DOMINGUES, Petrônio. ASSOCIATIVISMO NEGRO. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz; GOMES, Flávio dos Santos (Orgs.). Dicionário da Escravidão e Liberdade: 50 textos críticos. São Paulo: Companhia Das letras, 2018. p.113-122.

DIÁRIO DA MANHÃ. Política. 1993. Documento físico. Disponível no Acervo da secretária municipal de cultura.

FERREIRA, Paulo Antônio Barbosa. MÜLLER, Tânia Mara Pedroso. O Ensino de História no Ensino Médio e as Relações Raciais: Para Além da Lei nº 10.639/2003. Educere Et Educare. Cascavel: UNIOESTE. Vol. 10 n. 20 (Jul/ Dez), 2015. p. 729 – 740. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/12610/9022 Acesso em: 26 out. 2020.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. Autenticidade, Memória e Ideologias Nacionais: o problema dos patrimônios culturais. Estudos Históricos. Rio de Janeiro: FGV, vol. I, nº 2, 1988, p. 264-275. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2163 Acesso em 19 out. 2020.

______. O Patrimônio como categoria de pensamento. In: ABREU, Regina. Chagas, Mário. (orgs.). Memória e Patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro, DP&A, 2003. p.21-29. Disponível em: http://professor.pucgoias.edu.br/SiteDocente/admin/arquivosUpload/17542/material/patrimonio_como_categoria_de_pensamento.pdf Acesso em 28 out. 2020.

HALBWACHS, Maurice. A Memória Coletiva. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais LTDA, 1990.

IBGE. CIDADES. Estimativa_2020. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pr/ponta-grossa.html Acesso em: 29 set. 2020.

______. Variável População Residente em Ponta Grossa: Censo 2010. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/tabela/3175#resultado. Acesso em: 16 set. 2020.

JEUDY, Henri-Pierre. A maquinaria patrimonial. In: Espelho das cidades. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2005. p.13-78.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Editora da UNICAMP, 1990.

MORAES, Renata Figueiredo de. A festa da abolição do 13 de maio – comemorações, identidade e memória. In: ABREU, Martha. XAVIER, Giovana (Orgs.). Cultura negra (vol. 1). Festas, carnavais e patrimônios negros. Niterói: Eduff, 2018. p. 107-133.

______. A República e as festas da abolição Resistência e liberdade no pós-abolição In: Memória e legado das resistências negras. Acervo: revista do Arquivo Nacional. Vol. 1, n. 1, (jan./jun. 1986). Rio de Janeiro: O Arquivo, 2020. p.40-62. Disponível em: http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/issue/view/80/Edi%C3%A7%C3%A3o%20completa Acesso em: 22 out. 2020.

NEVES, Lucilia de Almeida. Memória e história: Substratos da Identidade. In: XX Simpósio Nacional de História da ANPUH, 1999, Florianópolis. Anais História: Fronteiras. São Paulo: Humanitas, 1999. p.1062-1070. Disponível em: https://anpuh.org.br/uploads/anais-simposios/pdf/2019-01/1547483135_5c67e7a4d0f4ed0cc39498a175b4b652.pdf Acesso em: 12 out. 2020.

NOGUEIRA, Azânia Mahin Romão. TERRITÓRIOS NEGROS EM FLORIANÓPOLIS. Dissertação (Mestrado em Geografia). Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2018. 137p. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/193680/PGCN0690-D.pdf?sequence=-1&isAllowed=y Acesso em: 26 out. 2020.

NORA, Pierre. Entre memória e história. A problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo: PUC, n. 10, dez. 1993. p. 7-28. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/view/12101/8763 Aesso em 17 out 2020.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro: FGV, vol. 2, n. 3, 1989, p. 3-15. Disponível em: http://www.uel.br/cch/cdph/arqtxt/Memoria_esquecimento_silencio.pdf Acesso em: 25 out. 2020.

______. Memória e Identidade Social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro: FGV, vol. 5, n. 10, 1992, p. 200-212. Disponível em: http://www.pgedf.ufpr.br/memoria%20e%20identidadesocial%20A%20capraro%202.pdf Acesso em 16 out. 2020.

REIS, Fábio Pinto Gonçalves dos. Práticas sociais relativas às crianças negras em impressos agrícolas e projetos de emancipação de escravizados (1822-1888). Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo-USP. São Paulo, p.256. 2010. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-11062010-170750/publico/FabioPintoReis.pdf Acesso em 26 out. 2020.

SANTOS, Carlos Alberto Ivanir dos. NASCIMENTO, Álvaro Pereira do. Apresentação. In: Memória e legado das resistências negras. Acervo: revista do Arquivo Nacional. Vol. 1, n. 1, (jan./jun. 1986). Rio de Janeiro: O Arquivo, 2020. p.7-10. Disponível em: http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/issue/view/80/Edi%C3%A7%C3%A3o%20completa Acesso em: 29 out 2020.

SANTOS, Joel Rufino dos. Culturas negras, Civilizações brasileiras. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Rio de Janeiro: IPHAN/MinC, 1997. p.4-9. Disponível em: http://www.palmares.gov.br/sites/000/2/download/04%20a%2009.pdf Acesso em 22 out. 2020.

SANTOS, Merylin Ricieli dos. Das lembranças que contei às histórias que esqueci – Clube Treze de Maio de Ponta Grossa (1888-2012). In: MENDONÇA, Joseli Maria Nunes; TEIXEIRA, Luana. MAMIGONIAN, Beatriz Gallotti (Orgs.). Pós-Abolição no Sul do Brasil: associativismo e trajetórias negras. Salvador: Sagga, 2020. p. 93-117.

SODRÉ, Muniz. O Terreiro e a cidade: A forma social negro-brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 2002. (Salvador, Bahia: Prosa e Poesia).

VARGAS, Karla Andrezza Vieira. Vozes, Corpos e Saberes do Maciço: Memórias e Histórias de vida das populações de origem africana em territórios do Maciço do Morro da Cruz. Dissertação (Mestrado em História). FAED, UDESC. Florianópolis, 2016. 121 p. Disponível em: http://www.faed.udesc.br/arquivos/id_submenu/2374/dissertacao_karla_final__1_.pdf Acesso em 25 out. 2020.

VASSALO, Simone. Identidade negra, cidadania e memória: os significados políticos da Capoeira de Angola contemporânea. Intersecções. Rio de Janeiro: UERJ, v. 13 n. 2, dez. 2011, p. 334-350. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/intersecoes/article/viewFile/4619/3417 Acesso em 21 out. 2020.

VIEIRA, Daniele Machado. Territórios negros em Porto Alegre/RS (1800 – 1970): geografia histórica da presença negra no espaço urbano. 2017. 189p. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/177570/001065835.pdf?sequence=1&isAllowed=y Acesso em 29 out. 2020.




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v10i20.745

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 MERYLIN RICIELI DOS SANTOS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia