“Dos objetos oficiais às narrativas periféricas”: aprendizagem histórica em museu em Campo Grande-MS.

Jaqueline Martins Zarbato

Resumo


Esse artigo versa sobre a reflexão do ensino de história no museu, compreendo como espaço para a aprendizagem histórica. O objetivo de ampliar as possibilidades de diálogo educativo relacionados aos bens patrimoniais, as coleções, artefatos, exposição e até edificação contribui para a discussão sobre práticas de Educação Patrimonial em articulação com o ensino de história. Metodologicamente apresenta a abordagem teórica que orienta a análise, com os estudos de educação patrimonial, museologia social, ensino de história e aprendizagem histórica. E, posteriormente apresenta-se uma proposta didático-histórica desenvolvida com enfoque na aprendizagem histórica. Nessa proposta, atrelou-se as concepções da história local, dos lugares de memória e do saber didático no museu José Antônio Pereira em Campo Grande-MS, dialogando sobre os bens, objetos que (re) contam histórias da fundação da cidade

Texto completo:

PDF

Referências


BARCA, Isabel. Aula Oficina: do projecto à avaliação. ___________________ (org.) Para uma educação histórica de qualidade. Actas das IV Jornadas Internacionais de Educação Histórica. Braga:Universidade do Minho, 2004, p.131-144.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de História: fundamentos e métodos. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2009

GORGAS, Mónica. Os museus e a crise dos povos de identidade concorrente. In: Museologia e diversidade cultural na América Latina e Caribe. ICOFOM LAM, Cidade do México, México, Subcomitê Regional para a América Latina e Caribe/ICOFOM LAM, p. 117-129, Jun. 1998)

IPHAN. Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional. Patrimônio cultural material e imaterial. Brasília: Ministério da Cultura, 2007.

FONSECA, Maria Cecília Londres. Para além da pedra e cal: por uma concepção ampla de patrimônio cultural. In: Memória e Patrimônio: Ensaios Contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

FRAGA, Hilda Jaqueline. A cidade como documento no ensino de história. In: POSSAMAI, Zita Rosane. Leituras da Cidade. Porto Alegre: Evangraf, 2010. p. 221–235

FUNARI, Pedro Paulo & PELEGRINI, Sandra C.A. Políticas Patrimoniais no Brasil: impasses e realizações. Patrimônio Histórico e Cultural. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 2006.

HORTA, Maria de Lourdes Parreira; GRUNBERG, Evelina; MONTEIRO, Adriane Queiroz. Guia de educação patrimonial. Brasília: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Museu Imperial, 1999.

JACOBUCCI, D. F. C.; JACOBUCCI, G. B.; MEGID NETO, J C.Contribuições dos espaços não formais de educação para a formação da cultura científica. Disponível em FILE:///C:/USERS/GENIL/DOWNLOADS/20390-TEXTO%20DO%20ARTIGO-76872-1-10- 20081105%20(4).PDF

MARANDINO, M. Museus de ciências, coleções e educação: relações necessárias. Museologia e Patrimônio, v. 2, p. 1-12, 2009

ROBALINHO, Marta C. D. & COSTA, Carina M. Aprender com objetos no Museu da República: propostas de leitura das dobras do tempo. Fronteiras: Revista de História | Dourados, MS | v. 18 | n. 31 | p. 305 - 321 | Jan. / Jun. 2016

RUSEN, J. Como dar sentido ao passado: questões relevantes de meta-história. Revista História da Historiografia, n.2, p.163-209, mar. 2009.

______________. A formação histórica de sentido como problema da didática histórica In:Cultura faz sentido. Orientações entre ontem e o amanhã. 2013

SOARES, André Luis Ramos (Org.). Educação patrimonial: relatos e experiências. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2003

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Cognição histórica situada: que aprendizagem histórica é esta? In: SCHMIDT, Maria Auxiliadora; BARCA, Isabel (org). Aprender História: perspectivas da educação histórica. Ijuí: Editora UNIJUI, 2009, p.117-137




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v10i20.753

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Jaqueline Martins Zarbato

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia