O tempo presente e os sentidos dos museus de história

Cecilia Helena de Salles Oliveira

Resumo


O propósito deste artigoé o de questionar as relações entre os museus de história e a construção de narrativas nacionais e de um passado unívoco para a nação. É o tempo presente que sustenta os fundamentos dessa escrita, repondo conteúdos e interpretações destinados a fazer ver circunstâncias pretéritas. Relativizam-se, assim, continuidades nas trajetórias dessas instituições e a compreensão de que são isentas de tensões e contradições, pois uma das chaves para o entendimento dos significados contemporâneos dos museus de história está no mapeamento das rupturas institucionais que sofreram e ainda sofrem, bem como no debate e na convivência conflituosa que, desde sua origem, mantêm com outros agentes de cultura.Palavras-chave: museu; museu de história; história; memória; tempo presente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v2i4.89

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Cecilia Helena de Salles Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia