Pedagogias da saudade: a formação histórica de consciências e sensibilidades saudosistas. A vida e o trabalho do poeta e professor português António Corrêa d’Oliveira

Durval Muniz de Albuquerque Junior

Resumo


Baseado no fato de que o aprendizado da história, de que o conhecimento de versões sobre o passado não se dá apenas no interior da instituição escolar, que outras pedagogias atuam na sociedade e se utilizam de versões do passado para a formação das consciências e sensibilidades de homens e mulheres, o texto parte da trajetória de vida do poeta e professor português António Corrêa d’Oliveira e se interroga sobre os usos que fez da história não apenas em sua obra, mas em sua vida. O texto tenta mostrar, acima de tudo, como a própria vivência da história, as próprias experiências sociais, culturais e temporais que sofrem os sujeitos conformam dadas maneiras de pensar e lidar com o histórico. Neste caso, mostramos a relação intrínseca entre uma consciência e uma sensibilidade saudosista e dadas maneiras de ensinar e de aprender a história.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v2i4.95

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Durval Muniz de Albuquerque Junior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia