A construção do plano de ensino de história da África no ensino superior: desafios, temas e referências

Delton Aparecido Felipe

Resumo


Esse artigo problematiza os desafios de se construir o plano de ensino de História da África para um curso de licenciatura. Propomos uma reflexão sobre os caminhos trilhados para organizar uma disciplina que ajudasse a desconstruir os inúmeros estereótipos e preconceitos vivenciados pela população negra africana e seus diaspóricos sem, com isso, desconsiderar as dinâmicas internas e os processos de sociabilidades dentro do continente no decorrer de sua história. Apresentamos, no texto, temas e conteúdos selecionados, assim como referências que permitiram trabalhar com uma historiografia que focalizasse o olhar de estudiosos africanos sobre o seu continente, além de demonstrar algumas relações possíveis entre a história da África e do Brasil.


Texto completo:

PDF

Referências


BOUBOU, Hama; KI-ZERBO, Joseph. Lugar da história na sociedade africana. In: KIZERBO, Joseph (dir.). Metodologia e pré-história da África. São Paulo: Ed. Ática, 1982 (História Geral da África: I). pp. 61-71

BRASIL. Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília, 2004.

BRASIL. Parecer No. CNE/CP 003/2004 do Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação étnico-raciais e para a História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/003.pdf; acesso em 21. Abr. 2019

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.

CAMPOS, Rui Ribeiro de. África Subsaariana: características básicas, partilha europeia e alguns conflitos. Jundiaí-SP: Paco Editorial, 2014

CUNHA JÚNIOR, Henrique. História africana para compreensão da história do Brasil. In: Secretária Educação Paraná. História e cultura afro-brasileira e africana: educando para relações étnico-raciais: Paraná. Curitiba, 2006. p. 45-56.

DIALLO, Cintia Santos. História da África e Cultura Afro-brasileira no Ensino Superior Público: análises sobre currículos e disciplinas dos cursos de licenciatura em História em Mato Grosso do Sul (2003 -2016). Tese de doutorado em Educação. UFGD, 2017.

FAGE, John Donnelly. A evolução da historiografia da África. In: Ki-Zerbo, J (Org): História Geral da África; Metodologia e pré-história da África. São Paulo, Editora Ática/Paris: UNESCO, 1982, Vol. 1, pp.1-22

FELIPE, Delton Aparecido. Narrativas para alteridade: o cinema na formação de professores e professoras para o ensino de história e cultural afro-brasileira e africana na educação básica. 2009. 152 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2009.

GIORDANI, Mário Curtis. História da África – Anterior aos descobrimentos – Idade Moderna. Petrópolis: Ed. Vozes, 2013

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

HERNANDEZ, Leila leite. A África na sala de aula. São Paulo: Selo Negro, 2005.

LOVEJOY, Paul. A Escravidão na África – Uma História de suas Transformações. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

MENESES, Maria Paula G. Os espaços criados pelas palavras – Racismo, etnicidades e encontro colonial. In: GOMES, Nilma Lino (Org.). Um olhar além das fronteiras: educação e relações raciais. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. p. 23-37.

MOREIRA, Rafael. História das fortificações portuguesas no mundo. Lisboa: Publicações Alfa, S.A, 1989.

OBENGA, Théophile. Fontes e técnicas especificas da história da África: panorama geral. In: Ki-Zerbo, J (Org): História Geral da África; Metodologia e pré-história da África. São Paulo, Editora Ática/Paris: UNESCO, 1982, Vol. 1

OGOT, Bethwell Allan. A história das sociedades africanas de 1500 a 1800: conclusão. In: OGOT, B. A. (Org). História geral da África, v. V — África do século XVI ao XVIII. Brasília: UNESCO/MEC, 2010, p. 1057-1069

OLIVA, Anderson Ribeiro. A História da África nos bancos escolares. Representações e imprecisões na literatura didática. Estudos Afro-Asiáticos, ano 25, n.3, 2003. pp.436-458

PEREIRA, Analúcia Danilevicz. África pré-colonial: ambiente, povos e culturas. História da África e dos Africanos. Petrópolis: Vozes, 2013, pp. 15-55

PRADO, Eliane Mimesse; GRAF, Márcia Elisa de Campos. O ensino da história da África nas escolas brasileiras. Anais do 7º Congresso Ibérico de Estudos Africanos. Lisboa: CEA-IUL; CEI, setembro, 2010. pp.46-58

SERRANO, Carlos; WALDMAN, Mauricio. Memórias d´África: a temática africana em sala de aula. São Paulo: Cortez, 2007

SILVA Junior, Hédio. Discriminação racial nas escolas: entre a lei e práticas sociais – Brasília: UNESCO, 2002.

SILVA, Ana Paula; FELIPE, Delton. História da África e do povo negro no Brasil: construção de caminhos pedagógicos. In: FELIPE, Delton (org). Educação para as relações étnico-raciais: estratégias para o ensino de história e cultura afro-brasileira. Maringá: Mondrian Ed, 2019.

SILVÉRIO, Valter Roberto. Síntese da coleção História Geral da África: Pré-história ao século XVI – Brasília: UNESCO, MEC, UFSCar, 2013.




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v9i17.517

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Delton Aparecido Felipe

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia