Ensino de História e experiências tecnológicas no “chão da escola”: os desafios e as aprendizagens em tempos de pandemia

Luana Carla Martins Campos Akinruli, Martha Rebelatto

Resumo


O presente trabalho tem o intuito de refletir por meio de dados quantitativos e qualitativos sobre as ações didáticas implementadas no ambiente de ensino à distância durante o Ensino Remoto Emergencial (ERE), de forma a discutir os desafios, limites e potencialidades dessa situação para o ensino de História em tempos do Covid-19 que, notoriamente, mobilizaram o uso de tecnologias diversas. Isso se dará a partir da experiência da participação dos alunos do ensino médio técnico-integrado do Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Betim (IFMG) na Pré-Olimpíada Nacional em História do Brasil (Pré-ONHB) ocorrida no primeiro semestre de 2020. As professoras responsáveis pela disciplina de História mobilizaram estratégias que contemplaram a escola com a participação de todos os discentes do ensino médio, o que permitiu promover diálogos interdisciplinares com o corpo docente. Foram postos em debate as ações didáticas implementadas pelas docentes para a promoção de diálogos em relação aos conhecimentos, competências e habilidades específicas ao saber histórico e ao uso das tecnologias, ao mesmo tempo em que nas outras disciplinas as apropriações do saber histórico, em uma interessante rede de interconexões, revelaram também a relevância não somente do trabalho coletivo, como da própria experiência do debate como prática de ensino.


Texto completo:

PDF

Referências


AKINRULI, Luana Carla Martins Campos; AKINRULI, Samuel Ayobami. Antropoceno, Arqueologia e Memória Social: a pandemia de Covid-19 como um evento crítico. In: Tessituras – Revista de Antropologia e Arqueologia, vol.8, p. 227-236, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/tessituras/article/view/19175/12026. Acesso em: 22 set. 2021.

AKINRULI, Luana Carla Martins Campos; AKINRULI, Samuel Ayobami. Do lado de cá dos muros: entre centros e periferias do cotidiano escolar, para uma pedagogia dos (des)enquadramentos. In: Plural – Antropologías desde América Latina y del Caribe, vol. 3, p. 513-529, 2021. Disponível em: https://asociacionlatinoamericanadeantropologia.net/revistas/index.php/plural/article/view/173/130. Acesso em: 22 set. 2021.

ALMEIDA, Anita Correia de; GRINBERG, Keila. Problematização. In: FERREIRA, Marieta de Morais; OLIVEIRA, Margarida Maria Dias de. Dicionário de Ensino de História. Rio de Janeiro: FGV Editora, p. 199-201, 2019.

ARAÚJO, Ronaldo Marcos de Lima. Práticas pedagógicas e ensino integrado. In: Naias da 36º Reunião Nacional da ANPED, Goiânia, p. 1-19, 2013. Disponível em: http://36reuniao.anped.org.br/pdfs_trabalhos_aprovados/gt09_trabalhos_pdfs/gt09_3041_texto.pdf. Acesso em: 22 set. 2021.

BARROS, José D’Assunção. Interdisciplinaridade na História e em outros campos do saber. Petrópolis: Vozes, 2019.

BIANCHETTI, Lucídio; JANTSCH, Ari Paulo (orgs.). Interdisciplinaridade: para além da filosofia do sujeito. Petrópolis: Vozes, 2004.

CALDAS, Renan Rubim. Narrativas em movimento: do “Escola sem Partido” à “Educação Democrática”: história pública e trajetórias docentes. Dissertação (Mestrado em História), Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/bitstream/1/13417/1/Dissert-renan-rubim-caldas.pdf. Acesso em: 22 set. 2021.

CHARLOT, Bernard. Os jovens e o saber: perspectivas mundiais. Porto Alegre: Artes Médicas, 2001.




DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v11i23.905

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Luana Carla Martins Campos Akinruli, Martha Rebelatto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia