Construindo o Panteão dos Heróis Nacionais: monumentos à República, rituais cívicos e o ensino de História

Ricardo Oriá

Resumo


O artigo tem como objetivo analisar a construção de uma dada memória nacional, alicerçada na ideia de um panteão da pátria e na edificação de monumentos históricos, para o culto cívico a determinados personagens – os “heróis e filhos ilustres da nação”, geralmente ligados aos segmentos dominantes da sociedade. Ao lado dos museus nacionais, dos arquivos e das bibliotecas e, até mesmo, da instituição da história como disciplina no currículo escolar, consideramos que essa prática de construção de monumentos aos heróis, aliado à instituição de datas comemorativas e efemérides no calendário anual, foi um instrumento usado para se criar entre os cidadãos republicanos um sentimento de pertencimento ao Estado nacional e desenvolvimento de uma consciência cívico-patriótica que começava na escola, mas que deveria se estender a outros espaços públicos da cidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20949/rhhj.v3i6.137

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Ricardo Oriá

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

       

 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia